Sábado, 20 de Julho de 2024
22°

Parcialmente nublado

João Pessoa, PB

Senado Federal Senado Federal

Combate ao bullying nos esportes agora é lei

Prática recorrente em muitos esportes, a intimidação sistemática — conhecida como bullying — agora está sendo coibida formalmente por meio da Lei 1...

04/07/2024 às 10h19
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Campanha contra o racismo no futebol: nova lei prevê medidas de conscientização contra a intimidação sistemática - Foto: Confederação Brasileira de Futebol
Campanha contra o racismo no futebol: nova lei prevê medidas de conscientização contra a intimidação sistemática - Foto: Confederação Brasileira de Futebol

Prática recorrente em muitos esportes, a intimidação sistemática — conhecida como bullying — agora está sendo coibida formalmente por meio da Lei 14.911, de 2024 , publicada nesta quinta-feira (4) noDiário Oficial da União. A norma é resultado do PL 268/2021, que altera a Lei Geral do Esporte ( LGE — Lei 14.597, de 2023 ) para determinar a adoção de medidas para prevenção e enfrentamento desse tipo de agressão em todos os níveis esportivos.

Pela lei, a intimidação sistemática é todo ato de violência (física ou psicológica) intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas. O objetivo é intimidar ou agredir, causando humilhação, dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.

Também está prevista na norma que haverá a adoção de medidas que conscientizem, previnam e combatam a prática de bullying, bem como as práticas atentatórias à integridade esportiva e ao resultado esportivo. A nova lei estabelece ainda que os estados, o Distrito Federal e os municípios que têm sistemas próprios de esporte deverão incluir em seus projetos esportivos ações educativas e de conscientização contra a intimidação sistemática.

Racismo no futebol

O projeto, oriundo da Câmara, foi aprovado em junho no Senado , sob relatoria do senador Rodrigo Cunha (Podemos-AL). No relatório, o senador ressaltou que o bullying no esporte é um problema sério que afeta atletas de todas as idades e níveis de habilidade, "passando por insultos verbais durante os treinos até agressões físicas nos vestiários, causando danos emocionais e psicológicos significativos nos envolvidos".

A norma também vem ao encontro da luta local e mundial contra o bullying no esporte profissional, como no futebol. Não raramente, são noticiados comportamentos inaceitáveis contra os jogadores, como quando torcedores arremessam cascas de banana no campo, em uma atitude intimidatória e de racismo.

O jogador brasileiro Vinícius Júnior, que atua no Real Madrid, tem sido uma referência mundial na luta contra o bullying e o racismo no esporte. Recentemente, ele conseguiu na Espanha a condenação de três torcedores por racismo. O jogador encabeça uma lista grande de esportistas que já sofreram com esses atos de violência — entre eles Pelé, Mané Garrincha, Leônidas da Silva, Didi, Djalma Santos, Carlos Alberto Torres, Jairzinho, Roberto Carlos, Richarlison e Neymar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
João Pessoa, PB Atualizado às 02h03 - Fonte: ClimaTempo
22°
Parcialmente nublado

Mín. 21° Máx. 26°

Dom 27°C 22°C
Seg 27°C 22°C
Ter 26°C 22°C
Qua 26°C 23°C
Qui 26°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes